Um amigo da vida toda

    A passagem de um cão marcará profundamente a sua vida. A imensa boa vontade desse animal em se integrar em nossa sociedade, explica o fato do cão ter se tornado o principal ser, dentre os animais domésticos, em 100séculos.
    Um cão provoca sempre uma grande mudança na vida de seus donos e uma série de dúvidas aparecem.
Mas lembre-se que somente a cumplicidade e o respeito ao cão serão a garantia de uma mútua compreensão.

Para tanto você precisará:
Respeitar seu animal e suas características naturais.
 
Oferecer a ele espaço suficiente para viver, onde tenha uma atividade cotidiana.
 
Levá-lo regularmente ao veterinário e providenciar para que ele receba todas as vacinas.
 
Oferecer uma alimentação saudável e equilibrada que corresponda às suas necessidades.
 
Educá-lo sem dominação exagerada e sem deixar que qualquer agressividade se desenvolva.
 
Evitar incômodos que ele possa vir a causar a vizinhança e ao meio ambiente.


        Não basta só ser amigos, tem que dividir o que se vive de bom!

 

8 comentários:

  1. Alysson disse...:

    É verdade, eu tive um cão, gostava muito dele, pena que ele morreu... ele já tinha uns 15 anos de idade. Tenho muitas lembranças boas dele...
    Ótimo post, Bjos!

  1. LISON COSTA disse...:

    Saudações!
    Amiga JUCI:
    O seu artigo além de consciencioso é de grande relevância, pois, descortina aquela montanha de uns poucos preconceitos que alguns costumam construir pequenas pontes de distanciando desse dócil animal!
    Eu gosto de você porque você tem uma profunda simbiose com os animais!
    Parabéns por mais um excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

  1. Jackie Freitas disse...:

    Jù, minha linda!!
    Sabe que esses dias estava aqui conversando com meu marido sobre o filme Marley e Eu...Amei esse filme e hoje vivo alguns momentos daquele filme (sem o cachorro), mas esse seu post agora me fez lembrar novamente do filme! Do papel e importância que o cão assume na vida de uma família! Praticamente um membro, parente mesmo! Eu lembro que quando tinha meus 5 anos, tinha um cãozinho que era meu amigo inseparável. Uma vez ele me salvou da picada de uma cobra...rsrs...ele latiu tanto e ficou em volta dela até a minha mãe sair no quintal e ver o que era...enquanto a minha mãe não a matou e queimou...rsrs...ele não parou quieto! E eu, a partir desse dia dei o nosso sobrenome a ele e queria que o meu pai o registrasse...kkkkkkk
    Muito fofo!
    Grande beijo, minha guria linda!
    Jackie

  1. Fernandez disse...:

    Olá amiga Juci!
    Adoro cachorros. Realmente temos que tratá-los muito bem, pois são amigos leais e carinhosos.
    Adorei as fotos do post.... todas muito legais.
    Beijo, Fê.

  1. Arte e Café disse...:

    Olá Juci!
    Adoro cães, gatos, pássaros peixes...
    Bem postado.
    Bjs.

  1. Oi! Ton disse...:

    Adoro Cães
    Tive 3 até agora (os que ja morreram foi por velhice)...
    São meus confidentes, apesar deles nao entender nada, vivo conversando com eles,kkkkk.

    Ótimo post que me fez lembrar deles.
    Beijos

  1. Fernandez disse...:

    Olá amiga Juci!
    Adoro cachorros. Realmente temos que tratá-los muito bem, pois são amigos leais e carinhosos.
    Adorei as fotos do post.... todas muito legais.
    Beijo, Fê.

  1. Marina disse...:

    Olá sou Marina tenho 9 anos, e adoro cães. Gostei muito do seu Blog, e gostaria que visitace o meu
    " www.marina-euamocaes.blogspot.com "

Postar um comentário