Criando a SOGRA, opss!!! a COBRA...



 A Cobra é um animal que muitas pessoas repugnam, essas preferem criar cães ou gatos. Mas existem também as que gostam de ser diferentes, e optam por um animal de estimação mais exótico, dentre eles o mais procurado é a cobra, que ainda leva as pessoas do medo ao fascínio.
O interesse ao criar esses animais é exatamente por sua excentricidade de cores, hábito, instintos, conduta e etc. Para alguns se torna uma maneira de manter contato direto com a natureza e ver como ela é de perto, para outros pode ser uma coisa de louco, mas o que se tem certeza é que essa relação pode dar certo.

O que você só não pode esperar é reconhecimento do seu carinho e atenção por elas pois como já foi dito na matéria sobre iguanas, esses animais não podem ter sentimentos.
Sendo carnívoras precisam de lagartos, ratinhos, aves, ovos ou insetos, esses não precisam necessariamente estar vivos, hoje em dia já vendem muitos congelados, para que as pessoas não precisem passar pela tortura, além de tudo pela praticidade.
Na natureza matam suas presas pelo veneno ou por estrangulamento, não mastigam e após se alimentarem não podem ser incomodadas, devem fazer sua digestão tranquilamente, do contrário sentem-se ameaçadas e vomitam.

Quem tem em vista de criar um animal exótico em casa pode começar a pensar na jibóia. Sim elas podem ser sim criadas desde que adquiridas de forma legalizada, normalmente são animais que nascem em cativeiro.
Como todas as serpentes, elas necessitam de um terrário que deve ter as proporções mais indicadas para espécie, se baseia que esse terrário deve ser 2/3 do tamanho total do animal, a altura e largura devem ser 1/3 do comprimento do animal. Deve ser bem arejado, porém, deve ter uma fonte de calor que deve ser controlada com termostato, a temperatura deve estar de 25° e 30°C. Escolha um bom substrato para ser usado no fundo, algo que ajude a reter fezes e a urina do animal.Normalmente em pet shop vende esses terrários quase prontos. O terrário deve ter um local mais quente e outro mais fresco é bom assim pra que ela possa escolher onde ficar.
Na alimentação as serpentes no geral elas preferem comer os alimentos vivos, na maioria das vezes ratinhos, pode ser dado já mortos, porém, a preferência são os animais vivos.Esses camundongos podem ser comprados em pet shop também ou em criadores com essa finalidade!A melhor forma de alimentá-las é tirando do terrário.
A jibóia é um animal que não tem veneno, porém, seus dentes são bem potentes e podem machucar muito, principalmente, pois o reflexo das pessoas é puxar a mão quando são mordidas e isso é muito pior, pois rasga a pele.

Origem

Esta serpente habita um vasto território que das Américas Central e do Sul, sendo mais encontrada nas florestas densas da Costa Rica e em toda a floresta amazónica.
O corpo da jibóia apresenta marcas de tempos passados, nomeadamente vestígios de membros posteriores, dos quais já se libertou há muitas centenas de milhares de anos.
Alimentação

As jibóias são carnívoras, fazendo parte do seu menu favorito aves de pequeno e médio porte, pequenos e médios roedores e outros répteis, como lagartos ou outras serpentes. Sempre que come uma presa muito grande, a jibóia passa depois por um período de letargia, que pode durar semanas ou mesmo meses, até que tenha digerido todo o alimento e sinta necessidade de se alimentar de novo.
Constritora

Existem outras espécies de jibóia, mas a Boa constrictor é a mais comum, e deve o seu nome à forma como liquida as suas vítimas, por constrição. Esta é uma forma que muitas das serpentes não venenosas utilizam para matar. Depois da emboscada levada a cabo para prender o animal alvo do seu ataque, o seu corpo fica enrolado à volta deste, começando a estrangulá-lo lentamente. Sempre que a presa liberta ar dos seus pulmões, a cobra aperta mais, até que a vítima acaba por sufocar e morrer.
Esta espécie tem hábitos de caça maioritariamente nocturnos, daí conseguir que grande parte das suas presas sejam aves, pois enquanto estas dormem e não conseguem ver, a lenta jibóia tem tempo para preparar o ataque e dominar a sua presa. Por outro lado, a grande maioria dos roedores também tem hábitos nocturnos. Deste modo, há muito alimento disponível, e a jibóia tem uma dieta rica e variada.
Reprodução

Ao contrário de outras espécies de serpentes, que deixam os seus ovos que depois irão eclodir, esta espécie é vivípara, ou seja, os indivíduos quando nascem já estão perfeitamente constituídos. O tempo de gestação é de 5 a 8 meses. O nascimento das crias dá-se por regra nos primeiros meses do ano, coincidindo com o Verão no hemisfério Sul
Histórias

Apesar das imensas histórias sobre grandes jibóias, a verdade é que esta espécie está longe de ter exemplares muito grandes, como faz parte do imaginário popular. Extremamente pacifica e fugidia, a jibóia evita sempre o contacto com animais de grande porte, nos quais se inclui o Homem. Apesar da sua lentidão natural, esta serpente foge sempre que se sente ameaçada e, quando é apanhada desprevenida, liberta todo o ar que tem nos pulmões provocando um silvo característico, que mais não é do que uma tentativa de afastar os intrusos.
Tamanho

As Jibóias raramente ultrapassam os 3,5 m. A grande maioria fica pelos 3 m, embora muito esporadicamente apareçam exemplares um pouco maiores, na casa dos 4 m, sendo neste caso animais de idade muito avançada que vivem em zonas com muito alimento.
Peso e esperança de vida
Uma jibóia pode viver até 25 anos e pesar entre 35 e 40 kg.
Faça da melhor maneira esse animal seu aliado, uma companheira e principalmente cuidando muito bem dela, sempre com amor e carinho.


O melhor blog sobre Jibóia que conheço é deste maluco!
visite AQUI






20 comentários:

  1. vidarealdasam disse...:

    Olááá Ruiva gatíssima !!!

    Ótimo seu post, uma verdadeira lição sobre estes animais com muitas informações interessantes !
    Pelo que leio por aí é mais comum do que imaginamos, pessoas que apreciam as cobras e as tem como animais de estimação, mas pelo que li aqui não é lá muito fácil esta tarefa né !
    Além dos bichinhos vivos (ainda bem que agora tem os congelados aff ), é preciso este terrário e etc, e mais o fato de que não são muito amorosas...
    Mas tem quem goste, não é !
    Valeu a história das jibóias ! Arrasou !
    mega beijoooooooooo

  1. Pithan Pilchas disse...:

    Buenas Ruivias,

    bá guria eu tenho o maior nojo de cobra. Não suporte repteis, ofídios e afins...hehehe

    Bju

    Paulo

  1. Muito interessante guria.
    Gostei dessa aula sobre jibóias.
    Beijão
    PD

  1. Rike disse...:

    Olá, Juci!
    Tens andado muito "agressiva" ultimamente, com esses animais "estranhos". Cobra é outro que está na minha lista de "nunca terei"! kkkk
    Bjs!
    Rike."

  1. Jucifer disse...:

    @vidarealdasam
    flor Sammmmmmmm!!!
    eles nem precisam demonstrar afeto
    eles são antipatico mesmo por natureza kkkkkkkk
    eu quando era peqena pegava akelas cobrinhas verdes q naum tinah veneno
    meu pai sempre me dizia q era so respeita-la
    q ela faaria o mesmo!!
    eu adoro estes animais exoticos
    mas concordo q é complicado ter um

    bjo grande minha flor rica
    e sua vida real linda kkkkkkkkkkkkk

  1. Jucifer disse...:

    @vidarealdasam
    flor Sammmmmmmm!!!
    eles nem precisam demonstrar afeto
    eles são antipatico mesmo por natureza kkkkkkkk
    eu quando era peqena pegava akelas cobrinhas verdes q naum tinah veneno
    meu pai sempre me dizia q era so respeita-la
    q ela faaria o mesmo!!
    eu adoro estes animais exoticos
    mas concordo q é complicado ter um

    bjo grande minha flor rica
    e sua vida real linda kkkkkkkkkkkkk

  1. Jucifer disse...:

    @Pithan Pilchas
    hahaha aaaaaaaa PAulo
    deixa de ser sem sal kkkkkkkkkk
    cada um com seu gosto

    beijaço meu rico

  1. Jucifer disse...:

    @Psiquismo Desmistificado
    olá guri
    q bom curtiu foi
    é naum é pra qualquer um mesmo!!!

    bjo grande

  1. Deny disse...:

    Aiii Juci acho que eu não tenho coragem de criar um animalzinho desse!Não por medo, mas como tenho cachorro, não se dariam nada bem!
    E o título ... owwww a minha sogra é tão perfeita, que quando vejo essas coisas meu coração aperta!

    Beijão!

    =D

  1. Fatima Zanin disse...:

    Olá amiga Juci, exelente post, gostei muito das informações,a cobra é um animal bonito, muitas cores, tem muitos que tem medo, eu tenho,mas tem os corajosos que não tem.
    beijos.

  1. Neusa Fiesta disse...:

    Querida Ju, a moça do zóião azul mais lindo da Blogosfera.
    Olha, serei bem sincera contigo: gosto muito de suas postagens mas, ultimamente, estou ficando um pouco assustada...Um dia é tarântula, agora é cobra..........shhhhhhhhhhhh Me dá até calafrio só de pensar. Se existe um bicho que eu tenho PAVOR ABSOLUTO, é cobra! Por favor, Ju, volte a falar dos peludos e dos penados, digo, das aves, please.. hauhauahaua
    BEIJOSSSSSSSSSSSS

  1. By Alê disse...:

    Olá estou indicando seu blog para o Prêmio Dardos, por favor participe, retire seu selo em:
    http://vidarealdasam.blogspot.com/
    Parabéns, abraços do Alê

  1. Kassya Mendonca disse...:

    Ola linda Juci,
    rsrsrs... adorei o post!
    muito informativo sobre as cobras,
    rsrsrs.... mas tu resolveu falar dos bichinhos que me apavoram? ou ta querendo que eu visite teu blog dentro de uma redinha? (brincadeirinha)!!!!

    bjus!

  1. Jucifer disse...:

    @Neusa Fiesta
    Flor fiesta!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    hahaha ta bom minha rica voltarei a falar dos peludinhus
    mas eu queria falr dos escorpioes primeiro kkkkkk
    ta bom parareiii viu
    promitooooooo fazendo cara de santa kkkkkkkkkk

    beijaço flor fiesta
    ´q é sempreee uma festaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

  1. Jucifer disse...:

    @Fatima Zanin
    Fatima!!!
    levo susto mas aposto q a pobre tbm levo
    mas é guria em sitio
    temos q andar sempre viu sempre atenta!!!

    bjo grande
    grata pela presença

  1. Jucifer disse...:

    @Deny
    Deniiii
    como assim tua sogra é perfeita
    vai me dizer q ela é cega surda e muda kkkkkkkkkkkk
    ain desculpa num aguentei
    eu sei existem sogras boas
    so num sei onde má existe
    é como espirito
    todos sabemos q existe
    mas nunca o vemos kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    bjim guria
    obrigada pela presença

  1. Jucifer disse...:

    @By Alê
    olá Ale!!
    como assim naum entendi
    se tu estas me indicando
    pork pegarei no blog da Sam
    num tendi

    bjo grande

  1. Jucifer disse...:

    @Kassya Mendonca
    Kassya !!!
    não não redinha naum combina com teu cabelim guria kkkkkkkkk
    so tu mesmo, prometo mudar o rumo^^

    bjo grande
    grata pela presença

  1. Célia Regina disse...:

    Bons dias, guria! Que matéria, héim? uito boa. Nosso Deus! A afirmação, "as cobras não podem ter sentimentos", nó!PenseiM nas que se transvestem de gente... Deus-me-livre! Um bju, filha!

  1. Sissym disse...:

    Eu conheço pessoas que tem ou tiveram jiboias.
    O mais engraçado foi um jantar num apartamento (grande) quando os convidados foram surpreendidos com as "criancinhas" da casa que vieram dar "boa noite" aos visitantes: 2 jiboias enormes.
    Elas deram umas voltinhas nos colos que as aceitaram e depois se foram! kkkkkkkk

Postar um comentário