A linguagem dos gatos


 

Os gatos, ao contrário do que muitos pensam, não são animais solitários.
Eles possuem uma grande habilidade em se comunicar com o homem e com outros animais utilizando formas bastante características: movimentos de cauda, cabeça e orelhas, sons, e etc., são apenas alguns exemplos.

O seu gato compreende bem o que você pensa, melhor do que imagina

Comunicar com o homem
Apesar do seu gatinho não compreender a linguagem do homem, ele é muito sensível à linguagem do seu corpo e às suas atitudes.
Consegue entender tudo o que você sente (alegria ou tristeza) e consegue até mesmo antecipar o que você irá fazer.

Importância dos bigodes
Nunca corte os bigodes do seu gato, porque as vibrissas do gato servem para a exploração táctil do meio e para a comunicação com os seus congêneres.
O seu gatinho se comunica permanentemente com você através de uma linguagem corporal variada, completa e explícita.

Comunicação com a cabeça

A forma dos olhos e a posição das orelhas são indicadores precisos do que pretende exprimir.
  • Orelhas eretas, abertas para frente e olhos franzidos: gato calmo.
  • Orelhas levantadas, viradas para os lados, olhos franzidos: gato zangado.
  • Orelhas baixas, pupilas redondas e dilatadas: gato agressivo.
  • Orelhas abertas, para frente, eretas, olhos semi-fechados, pupilas em constrição: gato feliz.

Comunicando-se através do corpo

  • Esfregar a Cabeça ou a cauda nas suas pernas: é pura felicidade! O gatinho se sente bem perto de você.
  • Carícias com as patas: significa prazer intenso. O gatinho exprime a felicidade que sentia quando mamava e utilizava o movimento das patas em volta dos mamilos da mãe para estimular a saída do leite. O animal reproduz esse movimento associado a uma sensação de prazer.
  • Rebolar no chão assim que o vê: submissão. Esta atitude só é manifestada em relação a um momento de descontração prévia.
  • Agitar a cauda: este gesto exprime irritação. Caso ao acariciar o seu gatinho, ele comece a abanar a cauda, é preferível parar, pois este sinal significa que o animal não aprecia o seu gesto e, como tal, demonstra o seu descontentamento.



  • Comunicando-se através do som

  • Ronronar: transmite submissão e alegria. Os gatinhos começam a ronronar durante as primeiras mamadas, som que exprime, simultaneamente, uma grande satisfação e uma dependência total do progenitor.
  • Resmungos e silvos: trata-se de intimidação. São emitidos em situações de agressão como uma estratégia de defesa.
  • Miar: existe uma variedade de miados e cada um deles pode ter um significado diferente: solicitação, queixa, contrariedade, recusa e etc.. Aprenderá rapidamente a distinguí-los através da observação do seu gatinho.
  •  


    Comunicação através de atitudes

    Roçar-se: trata-se de integração com o território. Com essa atitude, partilha com você o seu cheiro, o seu bem-estar e o integra no seu território.

    Comunicar com outros animais

    O gatinho possui variadas e sutis formas de se comunicar com outros animais, que lhe permitem detectar a presença e o grau de agressividade de outros animais. Pode, assim, facilmente recusar ou aceitar um encontro.
  • Marcação de território: trata-se de um comportamento natural e de uma forma de comunicação. É realizada através da deposição de odores, secreções hormonais ou arranhaduras.
  • Deposição de odores: marcação com a urina e/ou fezes é a mais habitual. Aplica-se fundamentalmente aos machos e ocorre em situações de estresse ou de emoção (transporte ou inclusão de um novo congênere em seu ambiente). O objetivo desta marcação de território é afugentar os intrusos.
  • Secreções hormonais: hormônios específicos (feromônios) desempenham um papel fundamental no comportamento sexual e territorial dos felinos. Trata-se de um sinal de aceitação que só se verifica se o gatinho estiver completamente confiante.
  • Arranhaduras: estas marcas que o seu gatinho deixa nos móveis, sofás, árvores, não têm uma explicação exata. Associadas ou não a eventuais secreções provenientes de glândulas próximas das almofadinhas (coxins plantares e palmares), servem para marcar o seu território.


  • Contato com outros animais

    Caso o encontro seja inevitável e indesejado, o gatinho adota uma estratégia em que a encenação ou “bluff” adquire um papel preponderante: ruídos ameaçadores, guinchos, dentes visíveis, golpes com as patas, etc.

    Nos gatos não castrados, é importante vigiar as mordeduras e as arranhaduras que o seu animal possa ter no corpo depois de um confronto, uma vez que poderão advir complicações, como abscessos. A esterilização melhora significantemente a sua sociabilidade e permite solucionar grande parte dos problemas com a vizinhança. Via livro Royal Canin

21 comentários:

  1. Sissym disse...:

    Eu vou ler tudo isso para minha gata e perguntar se entendeu direitinho. Ela não mia, ela gorjeia... ela tem certeza absoluta que é minha filha nascida do meu ventre, não vou dizer não para não magoar. Ela é super folgada, eu sou mais do que ela! Nós desenvolvemos a lingua gatês e ficou tudo zen!

  1. VALDINEILUZ'S disse...:

    muito da hora seu blog Cada vez melhor XD

  1. Mari Martins disse...:

    Oi minha amiga, tudo bem?
    Adorei seu post, já tive três gatos, hoje tenho um cãozinho de 10 anos. Adoro animais e acho linda a leveza dos felinos.
    Beijos,
    Mari

  1. Arte e Café disse...:

    Querida Jucci
    Eu amo os animais, especialmente os gatos.
    São meigos e tem muita sensibilidade.
    Depois que conquistamos seu amor, eles
    passam a ser parte da família.
    Desde criança tenho gatos.
    São bons amigos
    Bjs
    Alba

  1. Cecília disse...:

    Guria faceira,simplesmente amei o seu post!Como você já deve saber amo gatos.Menina o que mais me chamou a atenção foi a exalação de odores,porque um dos meus gatinhos sempre solta um "pum",muito fedido quando pego ele no colo,sempre acontece isso,ele ainda não é adulto,acho isso estranho porque nenhum dos muitos outros gatos que tive já fez isso.Quanto a serem seres solitários isso é lenda,eles são dóceis e companheiros.O meu é hiper amigo da minha cadelinha,um dia desses vou postar o vídeo dos dois brincando,é só alegria,precisa ver.Parabéns pelo post!Adorei muito.
    Bjos

  1. Nathalia CG disse...:

    Nossa esse post foi ótimo tenho 2 gatas e ajudou a entender melhor os sinais que elas enviam.
    Brigadão

    Bjoss

  1. Vou te imitar: adorei o seu post guria! Espero que minha gatinha me entenda, porque quando lhe falo, ela vira às costas e vai embora. Às vezes, acho que gosta mais do meu quarto do que de mim. Mas eu a amo muito. E as fotos estão uma graça! Beijos, B.B.

  1. Mr.Jones disse...:

    ahhhhh Ju, agora entendi.
    Quando vou na casa de uma amiga, ela tem uma gata siamesa. Quando ela me vê, ela fica esfregando a cabeça e o corpo na minha perna. Pior quando ela fica fazendo aqueles movimentos de seskinhu, na minha perna. Fora a vergonha que eu passo. porque ela sempre faz isso e não sai de perto de mim. A minha amiga morre de rir. porque eu fico afastando a gata e ela volta, só falta se rastejar pra que eu acaricie ela. ahahah
    Assim já é ser uma gata melosa demais. ahaha
    bjs

  1. Dú Pirollo disse...:

    Querida amiga Juci, que bela aula sobre nossos amigos felinos, adorei. Gosto muito de animais, tenho três gatos, uma fêmea e dois machos, são da raça siamês, tem fotos deles lá no meu perfil, em fotos. Parabéns pela excelente postagem. Beijos e muita luz em seu caminho!!!

  1. LISON COSTA disse...:

    Saudações!
    Amiga Juci:
    Retornando a minha aulinha, devo lhe dizer que a explanação de hoje foi extremamente proveitosa, confesso que aprendi um pouco mais sobre esse animal que um dia foi sagrado para os antigos egípcios. Há inclusive uma estátua de um gatinho no museu do Louvre, representando a deusa Bastet.
    Parabéns por mais uma excelente matéria!
    Fraternalmente,
    LISON.

  1. Neusa Fiesta disse...:

    Ju, olha só: devo confessar que não entendo nada, nadinha mesmo de gatos... Entendo um pouco de cães, pois meu irmão é criador ...
    Valeu mesmo pelas dicas!
    Aliás, belíssimo post, como sempre...
    Parabéns, gata!
    BEIJOSSSSSSSSSS

  1. Eu tenho duas gatinhas!
    Uma veio pequenina para casa e a outra peguei na minha porta street cat (o mascote da casa).E a outra a mimada!
    Beijos,
    Rosana.

  1. Adoro gatos, eu tive três: Biscoita, Sloth e Brigitte Bardot. A Brigitte viveu quase 15 anos, morreu ano passado, de câncer de mama. Com a convivência passamos a nos familiarizar e interpretar a liguagem dos gatos. Não tem como não se encantar, eles parecem bebês!

  1. Pithan Pilchas disse...:

    Acho felinos bunitinhos, mas ainda prefiro peixes. Sempre me lembro do desenho Tom e Jerry...o Tom tentando pegar o peixe no aquário, tu lembras? Hehehehe...um grande bju. Paulo

  1. Joselito disse...:

    Puxa, a comunicação do bichinho é interessantissima, além de usar inumeros recursos, além da fala, ele possue toda uma expressão corporal de fazer inveja a qualquer outro animal. Muito bom esses seus gatinhos. Você que ensinou eles desde pequeninhos? Estou precisando de uma professora de expressões ....será que vou conseguir me expressar igual eles?

  1. Jackie Freitas disse...:

    Jú, minha guria linda!!!!
    Atrasei, mas cheguei, minha flor! Ontem fez tanto frio nessa cidade que eu tive que me recolher mais cedo! hahahaha...meus dedos simplesmente congelaram!
    Coisinha, é o seguinte...Eu gosto de gatos! Minha mãe mais ainda! Sabe que ela tem dois na casa dela: Godofredo (Godô) e o Charles. Godofredo é tão apegado à ela que quando minha mãe sai ele a segue...hahahaha...ela precisa voltar pra colocá-lo dentro de casa!
    Reconheci todos os sinais que você colocou aqui no post! Acho os gatos extremamente perceptíveis. E algumas raças são simplesmente maravilhosas!
    Grande beijo, coisinha mais coisada do mundo!
    Jackie

  1. R149 3o75s disse...:

    Oi,guria Juci,blz? Das conversas dos gatos, a que mais gosto de prestar atenção é aquela gritaiada doyda que eles fazem quando estão namorando.É de arrepiar!Uma vez tinha uns 5,(seis comigo,rs!) vendo mais 2 transarem!É Muiiiito loko... Tem gente que nem imagina como é que eles fazem.Tu já viu?

  1. Glaukitos disse...:

    Olá moça, tudo blz?
    Algumas informações eu já sabia, outras desconhecia e adorei saber mais .Amo gatos!

    Parabéns, o blog tá divino.

    Sucesso sempre!
    Bjão e bom fds.

  1. Que bacana esse post, eu já gosto de gatos e agora estou entendendo melhor seu comportamento, obrigado por compartilhar conosco essas ricas informaçoes.

    Beijos

  1. greg disse...:

    prefiro cachorros hehe!!
    obrigado pela visita!!
    http://naosentindo.blogspot.com/

  1. Edson Palma disse...:

    Oi, Juci Diass
    como vai, tudo certo?!
    ...Eu gostei tanto da Linguagem dos gatos que tomei a liberdade de colocar entre Os 7 Mais Links da Semana do meu blog RSD!!!

    Passa lá e comenta se aprovar, certo?!

    Até mais...

Postar um comentário