Labrador Retriever. Um cão realmente charmoso e cheio de vida

           O incansável Labrador Retriever é cheio de energia. Adora nadar e fazer longas caminhadas com seus donos. Sua resistência aliada a seu extraordinário visual e capacidades cognitivas fazem dele um cão-guia ideal. Além de seu entusiasmo, inteligência e equilíbrio, é muito dócil e especialmente bom com crianças.

Um cão excepcional, monstrando suas origens

Bem constituído, atlético, corajoso e se sentindo em casa quando o assunto é água, o Labrador Retriever tem muitas características e habilidades físicas diretamente ligadas a sua descendência como um cão de trabalho.


          Pêlos curtos e densos com uma grossa sub pelagem… a estrutura de sua pelagem a prova d'água o protege de arranhaduras e isola do frio: a água somente desliza por sua pelagem sem penetrá-la.
         O Labrador Retriever pode ser bastante guloso quando a oferta de alimentos é bastante generosa. Se ele for sedentário ou esterilizado, os riscos de ganho de peso aumentam. Portanto, é essencial que se controle a quantidade de energia fornecida no alimento para evitar o ganho de peso.

         Como um atleta determinado, o Labrador Retriever dá tudo de si. Seu corpo sólido, ossos fortes e sua predisposição natural ao ganho de peso estão entre os fatores que podem enfraquecer as suas articulações.
 

Crescimento: dos 15 meses à idade adulta!

          O crescimento é uma fase essencial para o cachorro, porque estabelece o padrão para a sua saúde futura. Durante o período de poucos meses, o cachorro Labrador Retriever passa por algumas grandes revoluções: desmame e a transição para a alimentação sólida, muito rápido desenvolvimento físico, mudança do estilo de vida 

          O esqueleto requer teores consideráveis de proteínas e minerais, com o nível adequado e exacto de cálcio - nem muito nem pouco demais.

           A transição para alimento sólido exige muito cuidado, porque o cachorro é incapaz de assimilar grandes quantidades de alimento ou digerir amido. O peso deve aumentar, mas deve ser controlado para que o cachorro não fique com excesso de peso, o que irá enfraquecer ainda uma frágil estrutura óssea

            Durante as primeiras semanas de vida, o cachorro beneficia dos anticorpos maternos, mas essa proteção é perdida entre a 4 ª e a 12 ª semanas. Com o seu próprio sistema imunitário ainda imaturo, ele é então exposto ao risco de infecção, nomeadamente ao que ainda não tenha sido vacinado. Só o desenvolvimento de alimentos especificamente formulados podem ajudá-lo através desta "lacuna imunidade", em total segurança.

           Durante este período, o ganho de peso é mais lento, enquanto a estrutura óssea se consolida. Os alimentos devem ser menos ricos, embora o cachorro tenha ainda 50% mais calorias por kg de peso do que os cães adultos.
          A partir de 5 meses em diante, o cachorro pode digerir grandes quantidades de alimento, mas é importante prestar cuidadosa atenção a seu peso, pois pode levar a problemas comuns mais tarde.

           Os dentes de leite , que surgiram cerca das 3 semanas, são substituídos pela dentição definitiva por volta dos 7 meses de idade. A partir de agora é importante para incentivar o cachorro a mastigar o seu alimento antes de engolir, não apenas para abrandar a sua velocidade de ingestão, mas também para incentivar a boa-higiene oral.(via Royal Canin)

Um cão realmente charmoso e cheio de vida!

 

12 comentários:

  1. legal parece aquele cão de porcelana... lindo! bjooo

  1. AHA! Guria !
    Esse post é todinho meu AHAHAHA. São os melhores cães do mundo !

    Tenho um conjuntinho deles - um de cada cor . A Bela (cadela cerme) o Bis (chocolate) e o Mancha ( preto )

    A Bela deu cria e nasceram a Mine , porque se parece com muito com a Bela e chamamos de Mine Bela , O Mocotó (creme , muito troncudo e liiindo) e o Ganza (o preto doidão) Amo todos ! Todos adestrados.

    A Bela é a cadela mais especial que existe . Vive dentro de casa não suja não estraga nada e é uma grande companheira agora está aqui deitada ao meu pé.HEHE
    Bjos ,"guria" lindo post !
    Eninha.

  1. Jucifer disse...:
    Este comentário foi removido pelo autor.
  1. Jucifer disse...:

    guria considere ele todinhuu seu
    lembrei de tu quando estava postando^^

  1. AmoJoias disse...:

    Aiiii que tudo de bom esse post! ele é mto lindo e super esperto e inteligente! tenho que confessar minha super queda por gatos, mas labrador é mto fofo!!!
    bjinhus

  1. Gosto muito de Labrador. É bom para as crianças. Na verdade meu cão favorito é o Husky Siberiano, mas quem sabe eu não possa ter um Labrador.
    Muito Informativo seu post. É importante para quem tem o cão
    Estou te seguindo no Twitter.
    Bjus!

  1. Ju disse...:

    Olá, vim retribuir a visita e me deparei com esse post sobre labradores...amo mto tudo isso. São muito companheiros, se eu pudesse teria vários!

  1. Marcos Mariano disse...:

    Curto muito animais e acho que o cão Labrador um dos mais inteligentes,muito bom o post

    to te seguindo
    parabéns pelo blog

  1. LISON COSTA disse...:

    Saudações!
    Amiga JUCI:
    O seu post além de nos apresentar uma excelente narrativa sobre o Labrador Retriever, ainda traz belíssimas imagens.
    Por enquanto eu não tenho um, mas, um amigo tem, de quando em quando eu dou uma passadinha lá só para ficar contemplando-o.
    Parabéns pelo excelente texto!
    Parabéns por mais um magnífico Post!
    Abraços,
    LISON.

  1. Obrigado pelo comentário! Ah estou te seguindo no Tweeter, se quiser me seguir também, fique a vontade.
    Abraços!

  1. Jucifer disse...:

    guria considere ele todinhuu seu
    lembrei de tu quando estava postando^^

  1. legal parece aquele cão de porcelana... lindo! bjooo

Postar um comentário